Um dos motivos que pode tirar o sono de qualquer barbudo é a barba ressecada. Geralmente, ela vem acompanhada de caspas, coceira, escamações e outros incômodos. Os fios perdem o brilho, ficam opacos e sem vida. No entanto, reverter o quadro não é nada complicado.

Neste texto, você vai encontrar a explicação sobre o que causa o problema e as dicas essenciais para serem aplicadas no tratamento (ou na prevenção) da barba ressecada. Todas as recomendações são simples e podem fazer parte da sua rotina a partir deste momento. Aproveite a leitura e invista na saúde de sua barba!

Por que a barba resseca?

A barba ressecada é o resultado da ação de um ou mais fatores. Em primeiro lugar, é necessário que você entenda que os fios e a pele localizada abaixo deles são hidratados por um óleo natural. Ele é produzido pelas glândulas sebáceas e pelos folículos capilares. No entanto, o organismo consegue produzir, diariamente, apenas uma quantidade limitada desse “hidratante”.

Então, quando o barbudo faz algo que elimina parte do óleo natural ou aumenta o seu consumo, a pele e os pelos faciais ressecam como resultado.

A seguir listamos alguns exemplos do que pode deixar a barba ressecada.

Uso de produtos não especializados

Lavar a barba com um shampoo composto por soda cáustica, hidróxido de potássio, hidróxido de sódio e outros detergentes fortes é um erro grave. Use sempre produtos feitos especialmente para barba!

Tratamentos de pele

Da mesma forma, os produtos antiacne (e alguns outros usados em manchas de pele) favorecem o ressecamento. A dica é conversar bastante com o dermatologista para que juntos vocês encontrem uma alternativa de tratamento que não elimine o óleo natural.

Lavagem em excesso

lavar a barba

Lavar a barba excessivamente também não é recomendado. Especialistas apontam a frequência de quatro vezes por semana como a ideal. Isso porque, além das impurezas, a lavagem retira um pouco da substância responsável pela hidratação. O cuidado é muito importante porque o ressecamento também causa, além do prejuízo na aparência, o envelhecimento da pele.

No caso dos mais experientes, que já ostentam uma barba comprida e vistosa, é necessária precaução extra. Isso porque com mais fios, maior é a necessidade do óleo natural para nutri-los. Porém, as glândulas não conseguem dar conta de toda a demanda. Então, óleos específicos conseguirão solucionar o problema.

Resumidamente, a utilização de produtos com agentes agressivos que não são próprios para a barba, a falta de cuidado e a lavagem com muita frequência são as principais razões de ressecamento da pele e dos fios.

Como tratar a barba ressecada?

O tratamento da barba ressecada não é complicado. A principal mudança é reconhecer a necessidade de novos comportamentos e começar a praticá-los.

Lave e seque a barba corretamente

Dê atenção à temperatura da água ao tomar banho e lavar sua barba — ela contribui para o ressecamento quando está quente demais. O ideal é deixar o chuveiro/torneira no modo frio ou morno, mesmo nos dias de inverno. Lembre-se que a lavagem exclusiva dos pelos faciais deve acontecer na frequência máxima de quatro vezes por semana, OK?

Outra recomendação primordial é investir em shampoos para a barba. Nada de usar o mesmo sabonete corporal no rosto e nem os produtos para cabelo. A região precisa de cuidados, vitaminas essenciais e hidratação especial obtidas somente por meio de itens específicos. Além disso, o produto é responsável por revitalizar os fios, eliminar a caspa e reduzir a coceira.

O processo de secagem também não pode ser feito de qualquer jeito. Por ser mais grossa que o cabelo, a barba retém umidade por períodos mais longos. A consequência é que a pele fica prejudicada ao permanecer em contato com a água por muito tempo. Dedique um tempo secando os fios, passando, inclusive o secador de cabelo sobre eles. Use os dedos para ajudar o ar quente alcançar toda a região.

Aposte na esfoliação facial

Esfoliando a pele

Quando a pele localizada abaixo da barba fica seca, isso significa que você mantém muitas células mortas na região. Mesmo que lave corretamente e realize a hidratação, ainda não é suficiente para retirar todas as impurezas. Enquanto permanecem, elas contribuem para a formação da caspa e todo o desconforto que acompanha o problema.

Nesse caso, a solução é apostar na esfoliação facial por, pelo menos, duas vezes por semana. A pasta de limpeza esfoliante foi desenvolvida especialmente para a pele sob a barba e pode trazer resultados perceptíveis logo após a primeira utilização. O pente de madeira ou a escova para barba com cerdas naturais também são recomendados no trabalho de afastar as células mortas, desembaraçar os fios e evitar pelos encravados.

Cuide da alimentação e da saúde

Por mais óbvio que possa parecer, beber bastante água é muito importante no combate à barba ressecada. Fora a ingestão do líquido, você pode investir em uma dieta balanceada, com muitos nutrientes e vitaminas.

Priorize os alimentos ricos em ácidos graxos ômega-3, aminoácidos e vitaminas A, C e E. Eles contribuem diretamente no tratamento do problema e podem ser encontrados em frutas, folhas verdes, peixes, leguminosas, carne vermelha e laticínios. Evite, ao mesmo tempo, os aperitivos gordurosos ou com muito açúcar.

Os cuidados com a pele e com os pelos faciais exigem atenção, também, aos níveis de testosterona. Afinal, o alto nível dela faz com que a aparência da barba fique mais saudável, apresentando fios grossos e vistosos. Para aumentar a quantidade do hormônio, é recomendada à prática regular de atividades físicas. Vale desde a musculação até o esporte que mais gosta. Se você deseja pegar leve, a ioga também auxilia nesse sentido.

Faça a hidratação com o óleo específico para barba

Se você quer remediar e revitalizar rapidamente a barba ressecada, não dá para ignorar um bom hidratante. O óleo para barba cumpre bem o propósito, deixando os pelos fortes, macios e alinhados. O produto traz brilho e saúde ao pelos faciais ao mesmo tempo em que perfuma com sofisticados aromas.

A aplicação é muito fácil e permite que a hidratação chegue a toda a extensão dos fios. Dessa forma, independentemente do tamanho da barba, a composição ficará uniformemente hidratada. Após o uso, será simples domar os pelos, deixando a apresentação alinhada. Investir na hidratação do rosto é também investir em saúde.

Tratar a barba ressecada não é complicado. Com as dicas apresentadas é possível alcançar resultados rápidos, melhorando seu visual e bem-estar. Contudo, é necessário romper a inércia e trazer hábitos saudáveis e o cuidado adequado a cada parte de seu corpo (incluindo os pelos faciais, é claro) ao dia a dia. Que tal começar imediatamente com o uso do óleo para barba?

Este texto foi escrito por meio da parceria entre a Barba Brava e a Nature Derme.

Produtos recomendados com base no post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *