A barba sempre foi uma característica de valor e desejo para os homens. Assim como os cabelos para as mulheres, os pelos faciais são considerados um elemento visual muito importante para a virilidade e confiança masculina. No entanto, infelizmente nem todos os homens tiveram a sorte – e a genética – necessária para conquistar uma barba volumosa, bonita e sem falhas.

Você se enquadra nesse grupo? Então saiba que a sua queixa tem solução! Uma excelente alternativa nesses casos é apostar no Implante de Barba, procedimento cirúrgico que visa a devolver densidade e volume capilar à face masculina, recuperando o aspecto jovem e sem falhas na região.

Para esclarecer todas as dúvidas sobre esse tema, entrevistamos a Cirurgiã Plástica e Especialista em Transplante Capilar, Dra. Iara Garcia.

Quais são as indicações?

Via de regra, o implante de barba é indicado para quem possui falhas importantes na região ou para quem não nasceu com pelos na face. Além disso, homens que sofreram acidentes ou passaram por cirurgias e possuem cicatrizes na região da barba também podem se beneficiar do procedimento.

Existe alguma contraindicação?

As contraindicações geralmente são relacionadas à existência de doenças de pele no local da cirurgia, que felizmente são raras. É importante que o paciente tenha boa saúde, uma área capilar doadora suficiente e informe ao médico se possui alguma doença preexistente, alergias ou se faz o uso regular de algum medicamento.

Como é realizado o implante de barba?

Assim como o Transplante Capilar, o procedimento consiste em três etapas:

1) A retirada de fios ou unidades foliculares do couro cabeludo;

2) A separação e preparação dessas unidades foliculares;

3) A implantação nas áreas calvas ou sem pelos.  

O procedimento pode ser feito por meio de duas técnicas cirúrgicas, que se diferenciam no método de retirada das unidades foliculares no couro cabeludo:

FUE (Follicular Unit Extraction)homem com e sem barba

A extração das unidades foliculares na área doadora do couro cabeludo é feita de forma mais moderna, e menos invasiva, por meio de uma ferramenta cilíndrica chamada Punch que provoca micropunturas na pele e retira “fio a fio”.

Nesta técnica não é necessário realizar cortes ou suturas, permitindo um pós-operatório mais tranquilo e com menos desconforto.

Suas vantagens principais são:

  • ausência de um corte linear na área doadora;
  • pós-operatório indolor;
  • possibilidade de usar fios de outras partes do corpo;
  • a elasticidade da área doadora é irrelevante.

FUT (Follicular Unit Transplantation)

Nesse método, realiza-se uma incisão linear na área doadora do couro cabeludo, para retirada de uma faixa de pele com as unidades foliculares. Em seguida, faz-se o fechamento da incisão por sutura. As unidades foliculares são separadas e preparadas com auxílio do microscópio.

A técnica FUT possui algumas desvantagens, que são:

  • cicatriz na área doadora;
  • possibilidade de incômodo no pós-operatório;
  • necessidade de elasticidade da área de retirada.

Robotic FUE (Follicular Unit Extraction)

Essa técnica mais avançada utiliza um robô para escanear o couro cabeludo, selecionando com precisão as melhores mudas de fios para que sejam removidas e implantadas sem deixar cicatrizes. Esta técnica é a mais recente no Brasil.

O efeito do implante fica natural?  

Sim! Os fios da barba são transplantados respeitando a linha de implantação e a angulação naturais de cada paciente, por isso o resultado é extremamente. natural

No entanto, é importante ressaltar que os pelos crescerão com a mesma qualidade e características da área doadora. Isso significa que o médico responsável pela cirurgia deve analisar de forma minuciosa a área de retirada das unidades foliculares, escolhendo fios que mais assemelham aos da área receptora.

Quando é possível notar o resultado?

Logo após o procedimento o paciente já consegue observar o primeiro efeito visual do implante. No entanto, os fios transplantados caem após alguns dias da cirurgia e voltam a crescer entre 3 a 4 meses.

Confira algumas das perguntas enviadas pelos nossos leitores e respondidas pela Dra. Iara Garcia:

Qual o custo do Implante de Barba?

Dra. Iara: O custo é variável, a depender das particularidades de cada paciente. Portanto, para a elaboração de um orçamento correto, é fundamental o agendamento de uma consulta médica, em que cada paciente será avaliado de maneira individualizada. A técnica indicada, a duração média da cirurgia, a quantidade de fios transplantados, entre outros fatores que aumentam a complexidade do procedimento, podem influenciar diretamente nos valores da equipe cirúrgica, do bloco cirúrgico e nos custos dos equipamentos utilizados. Além disso, o preço de mercado pode variar de acordo com a experiência, os anos de estudos, especializações e atualizações do médico e da equipe responsável.

Se eu raspar toda a barba após o Implante, ela voltará a crescer?

Dra. Iara: Sim, volta a crescer. No entanto, o ciclo de crescimento dos pelos da barba é diferente do ciclo de crescimento dos fios retirados do couro cabeludo.

Quanto tempo para a recuperação?

Dra. Iara: A recuperação é rápida. Geralmente, para atividades cotidianas, como trabalhar ou sair de casa, a liberação ocorre em 48h. Para atividades físicas que não tenham contato com as áreas operadas, o retorno pode ser feito em quatro dias. A região implantada fica apenas com algumas casquinhas que caem naturalmente em 10 dias.

É implantado cabelo/barba ou fios sintéticos?

Dra. Iara: É implantado o CABELO do próprio paciente, retirado da região posterior da cabeça, próximo à nuca (área doadora). Essa região é considerada estável à alopécia (calvície) e não sofre o processo de afinamento capilar. Os implantes sintéticos são CONTRAINDICADOS pois podem gerar reações adversas, efeitos colaterais e cicatrizes profundas.

O procedimento é dolorido?

Dra. Iara: O período pós-procedimento é considerado muito tranquilo. A dor é bem rara, especialmente quando a técnica de coleta dos fios é a FUE, que não envolve cortes ou suturas. Em casos selecionados, quando necessário, pode ser indicado o uso de analgésicos orais.

Existe algum tipo de anestesia utilizada na cirurgia?

Dra. Iara: Sim! O procedimento é muito bem tolerado pelos pacientes e NÃO é dolorido. Durante a cirurgia utilizamos anestesia local e sedação leve, por via venosa, de forma que não haja qualquer dor ou desconforto.

Quais são os cuidados que devem ser tomados na recuperação?

Dra. Iara: O cuidado mais importante é não ter nenhum tipo de trauma na região em que os fios foram implantados. O uso de barbeador é PROIBIDO no primeiro mês, sendo indicado o uso de tesouras ou máquina de barbear com pente, para que não haja o contato direto com a área de implantação dos fios.

Quanto tempo demora o procedimento?

Dra. Iara: Como se trata de uma cirurgia detalhista e minuciosa, ela é de longa duração, durando em torno de 6 a 8 horas, a depender da quantidade de fios que o paciente necessita implantar. Em barbas com poucas falhas pontuais o procedimento é mais rápido, enquanto nos pacientes que praticamente não têm barba natural, o procedimento costuma ser mais demorado.

Bom, agora que você já sabe as principais informações sobre implante de barba, a gente quer saber: você faria e indicaria para algum amigo? Deixe seu comentário e participe!

Para esclarecer outras informações, visite o site da Dra. Iara: https://draiaragarcia.com.br/